Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Os olhos são mesmo o espelho da alma???

Dizem que sim...

Hoje soube que os meus são deveras enganadores...

Entre uma bica e dois cigarros, um amigo diz-me o seguinte...

"Epá, és um tipo porreiro...Sempre bem disposto, alto astral, sem problemas na vida...Invejo-te...".

Sorri...Que mais podia eu fazer, quando só eu sei o quão errado está o ponto de vista dele?Dele, e de tantos outros que comigo privam regularmente...

Tenho uma existência pejada de preocupações, altos e baixos, algumas lágrimas e centenas de momentos em que só me apetece sacar da cavilha de uma granada qualquer e reduzir um quarteirão a escombros...

Gostava de ser capaz de quando me perguntam se se passa alguma coisa, poder baixar a guarda, quebrar barreiras e mostrar o verdadeiro eu...Tão frágil quanto uma pétala no olho de um furacão...Mas não...Eu sou aquele a quem as pessoas recorrem nas suas horas de fraqueza, o ombro onde as pessoas esperam encontrar refúgio e o porto de abrigo em dias de tempestade...

Quanto a mim, não possuo esse privilégio...Ou não me permito a mim mesmo possuí-lo...

 

Este continua e será sempre um blog de humor...Mas há dias em que até um felino bem humorado se sente na mó de baixo...São poucos, é certo, mas existem...

 

Just kidding...

Sinto um nó na garganta...

Eu bem tento, mas acompanhas-me diariamente...

Tento alhear-me de ti, mas és tangível demais...

Os dias passam, mas a tua presença além de inconveniente, torna-se insuportável com o passar da horas, dos minutos...

Preenches o meu corpo de cores variadas, como um arco íris umas vezes soturno, outras garrido de uma falsa alegria aos olhos dos transeuntes...

 

Raios parta a p*ta da gravata!!!

 

PS - Isto é apenas uma brincadeira...É só para ver se ainda domino a refinada arte da literatura enganadora...

Improbabilidades

No nosso dia a dia, somos confrontados com situações e meros acasos que nos deixam de queixo caído...

Somos um país com cerca de 11 milhões de habitantes...Qual a possibilidade de uma pessoa se cruzar com alguém que nunca conheceu na vida mas passado 10 minutos de diálogo se aperceber que os caminhos de ambos se cruzam da forma mais improvável possível?

E por improvável não me refiro a boa...Estranha, talvez...

Tive a perfeita noção do alcance da expressão "este mundo é muito pequeno"...

Desenvolvimentos, aguardam-se...

Foi só impressão minha...

...ou hoje esteve um calor da putassa???

Pequenos fenómenos observados hoje...

- Hoje o meu carro não rodava no alcatrão...Navegava, visto que o dito derreteu e em certas alturas, parecia que borbulhava...

- Hoje, não precisei de isqueiro para acender um cigarro...Bastava encostá-lo ao vidro do carro...

- Fui o único gajo num raio de 40 km a ter um fato e gravata vestido...Pior ainda...Quem é que vai para a Costa da Caparica com um fato vestido???

- A minha sobremesa derreteu no percurso do balcão até à mesa...Tive de pedir uma palhinha em vez de uma colher...

- Assisti a lutas ferozes entre elementos caninos e velhotes por pequenos espaços à sombra nos jardins...

- O preço das garrafas de água nestes dias parece o dos barris de petróleo...De hora a hora, tendem a subir exponencialmente...1,50€ por uma garrafa de água???Mais vale ir à Galp e beber uma litrada de gasóleo que sai mais barato (tirando a lavagem ao estômago depois, que essa deve sair carita, mais o episódio de urgência hospitalar...)

 

Tá decidido...Invoco a mim os poderes de Juiz de Instrução que tenho (curso por correspondência tirado uns anos atrás...) e declaro aqui desde já que coloco uma providência cautelar ao S. Pedro para que não se aproxime num raio de 200 metros do boletim meteorológico do próximo fim de semana para não f*der a vida ao pessoal...Se ele quiser proporcionar um tempo mais ameno durante a semana, tudo bem, mas não nos lixe o fim de semana, que bem precisamos de apanhar um solzito no carolo...Se a providência cautelar for violada, o S. Pedro será enviado para a redacção do 24 Horas e terá a seu cargo um artigo extenso de 14 páginas sobre o cadastro criminal do Rodrigo Menezes, o champô anti queda do Angélico e os benefícios que os homens casados podem obter em não pagar despesas de casas de alterne com o cartão de crédito e guardar o recibo no bolso da camisa...

Tenho dito...

35.000 visitas...

Recebi várias mensagens de apreço pelo alcançar deste número histórico...

O Papa, por exemplo, avisou-me pela enésima vez que acha o conteúdo deste blog altamente pornográfico...Mandei-lhe um exemplar da Playboy com a Cláudia Jaques...Ainda não recebi resposta...

O Oliveira e Costa mandou-me uma SMS durante um dos intervalos da sua loooooonga entrevista na AR a dizer que se algum dia quiser fazer render o blog, ele me arranja uma offshore porreira daquelas que desaparecem com a maré cheia...

O Dias Loureiro também me mandou um mail a dizer que sabia que tinha alguma coisa para me dizer mas que entretanto se havia esquecido...

O Miguel Portas perguntou-me se a minha plantação de canabbis que tenho ao lado dos coentros é só para consumo próprio ou se pretendo enveredar pela venda de alucinogénicos biológicos...Propôs-me também um franchising de uma plantação de cogumelos mágicos já laminados...

Recebi também um mail de uma editora que me avisou desde já que antes que eu um dia lhes proponha a edição deste blog em formato de livro que eles não são doidos o suficiente para avançarem para uma barbaridade dessas...Já não falando do desperdício de papel que isso seria...

A BIC propôs-me um fornecimento vitalício de isqueiros para eu manter aceso o meu vício tabágico e dessa forma, não escrever posts de carácter sério...Dizem que me preferem com este humor negro...

Já o quiosque do Sr. Manuel recusa-se a fornecer-me gratuitamente o tabaco para dar uso aos 7,493 isqueiros que a BIC me vai mandar em breve...

A todos os restantes que não me deram os parabéns pelas 35.000 visitas alcançadas por este blog, não há crise...Mas também não há rissóis nem croquetes para ninguém...Não há cá pelintras...Isso é nos velórios, que o pessoal só vai lá para comer e nem sequer conhece o defunto...

Venham mais 35.000 visitas e que estejamos cá todos para nos rirmos até lá...

Ah, fadista!!!

Sou um adepto confesso de casas de fados...

Dá-me um certo gozo ver o pessoal já meio atestado (meio uma porra, só estão de pé porque estão por norma apoiados em cadeiras, mesas ou uns nos outros tipo confrarias do tintol...) a desbobinar o sentimento todo guardado durante anos nas entranhas mais profundas do seu esófago...

Somos um povo que vive a sua música...Então quando se trata de fado, meu deus...Saiam da frente...Quando se diz que a Amália vive dentro de cada um de nós, há malta que leva isto no sentido literal da palavra...Certo, não me refiro a um qualquer tipo de canibalismo a respeito da nossa diva, mas com a dose certa de álcool enfiado pela goela abaixo, é ver o pessoal a abrir as goelas e lá vai alho...

Gosto do ambiente das casas de fado...Gosto do ar rústico da coisa, do pessoal a falar alto como se estivessem num concerto dos AC/DC, dos jarros de tinto carrascão a surgirem do nada como se o dono do tasco tivesse uma cooperativa vinícola na cave...

Gosto especialmente das noites amadoras...Sem qualquer desconsideração pelos profissionais (que são isso mesmo...Profissionais...), mas as noites amadoras permitem a um gajo observar alguns pormenores fabulosos...

Primeiro, homem que é homem tem de emborcar um valente copo de tinto antes de embarcar (emborcar...embarcar...) na extraordinária aventura que é cantar um fadinho para 2 dúzias de gajos mais bêbados que ele...Depois, como o calor deve apertar, é ver esse pessoal de camisa desapertada até ao umbigo, como se do Zezé Camarinha se tratasse (you look very white...Drink a copo of red vinhate...)...E à medida que o sentimento brota, o suor escorre pelo corpo do homem como se o tipo tivesse um sistema de rega embutido nos sovacos...E por norma, o fado que cantam é sempre assim uma coisa bem castiça tipo "Passei noites de roda da tua janela, mas tu andavas era enrolada com ela...Emborquei 4 copos de tinto até que fui ter a com a tua vizinha do nº 5..." É um espectáculo digno de se ver...

Já quando são as senhoras a cantar o fado, a coisa é deveras sentimental...Os xailes negros, o sofrimento é tangível (então quando o taberneiro nos diz que o vinho acabou, é de levar um gajo às lágrimas...)...São mais fados de amor, o marinheiro que foi ao mar e levou com uma onda nos cornos e nunca mais voltou, o gajo que foi para o Ultramar e levou com uma granada nos cornos e também não voltou (ou se voltou, foi em forma de puzzle de 500 peças...) ou o gajo que foi comprar cigarros à rua e surpresa das surpresas, também não voltou...

Resumindo...Gosto de casas de fados...

PS - Mariza, Mafalda Arnauth ou Mísia...Adoro-vos...Sou fã...Camané...És um porreiro...

Hoje deu-me para brincar com o fado...

 

Dissertações versão nº 84527

Hoje deu-me para isto...

Fiambre (podia ser bem pior...Get used to it...)...

Partindo do princípio que da ultima vez que vi um porco ( ia ali de bicicleta na ciclovia de Cascais...) o gajo tinha 4 patas, qual é a explicação para o Fiambre da Perna Extra???

Confundiram a gaita do bicho com uma pata ( o que pode explicar a expressão animal acerca do cavalo de 5 patas...)?

É uma mutação genética provocadas por bolotas espanholas (spanish bastards...) manhosas?

O bicho também traz pneu sobresselente de origem como os carros???

Não faço a mínima...

Pior ainda é o Peito de Perú fumado...

Como todos sabemos, o Perú é o animal mais querido da nossa indústria etílica...No Natal, é ver o pessoal a sacar do whisky mais rasca da garrafeira e despejar aquilo goela abaixo do bicho para depois apresentá-lo à nossa amiga Mrs. Naifa e...KATCHIM!!!É a chamada bebedeira de perder a cabeça...

Agora vem-se a saber que a indústria das mortalhas também adora este bicho...Vejamos, fumar um perú deve ser tarefa árdua...Coisa para duas semanas, talvez...Estamos talvez a falar de 40 a 50 metros de mortalha por cada...Depois admiram-se de ver por aí tipos com grandes mocas a dizer que estão a ver coelhinhos fofinhos a saltitar nas nuvens como se de nenúfares se tratassem...

Canabbis???

Wake up...Perú é o novo alucinogénico...E brevemente, Perú Light...Toda a moca, 0% de gordura...

 

(Tenho mesmo de deixar de ir ao supermercado...)

Falando em mocas, lembrei-me de um excelente vídeo de um dos filmes da minha vida...

 

Geração Tendinite

Pediram-me para abordar o estado da juventude actual...

Bem, visto que o deixei acabar o tabaco, deixei de beber, deixei as chaves do carro algures e deixei acabar o saldo no telemóvel, tenho agora algum tempo disponível para abordar com alguma (muito pouca...) seriedade este tópico...

A juventude actual???Tá toda queimadita...Sentam-se 5 putos numa mesa e não trocam uma palavra...Trocam SMS...Um par de putos não namoram...Vai cada um para sua casa para falar por Messenger...Marmelanço???Só se for a marmelada caseira da Tia Antónia...

Lembro-me nos anos 90 da minha geração ser apelidada de "geração rasca"...Uns anos depois, evoluímos para a "geração à rasca"...Esta geração de hoje em dia é a "geração tendinite"...Porquê?Porque só por sorte é que não arranjam uma tendinite de andarem constantemente a puxar as calças para cima...Eles, porque acham uma piada dos diabos andarem com as calças pelos joelhos e os boxers pelo umbigo e elas porque o tecido das túnicas é tão pouco que passam a vida a puxar aquilo para baixo quando o tecido mal chega para tapar o mamilo esquerdo...

Nos anos 90, achávamos porreiro contestar toda e qualquer decisão do conselho directivo e armávamos escabeche por causa disso...Estes meninos hoje em dia, mandam os pais dar um enxerto de porrada aos professores se os coitados ousam chamar-lhes a atenção por eles estarem com a gaita de fora (partindo do princípio que eles sabem que aquilo não é acne...).

No princípio dos anos 90, ter um telemóvel era um luxo que não estava ao alcance de qualquer um...Hoje em dia, qualquer sala de aula é um espaço porreiro para troca de mensagens, tirar fotos ou outra porra qualquer...

Se acho que esta geração de hoje está perdida???Infelizmente acho, embora com tanta aplicação que os telemóveis têm hoje em dia, bem que podiam lá espetar um GPS para ver se os putos atinam com um rumo decente...

Os mais puritanos poderão dizer que o que eu critico hoje em dia são as mesmas situações que eu passei...Lamento...Não passei por crises de identidade, nunca segui a manada no que diz respeito a personalidade e sempre agi de acordo com o que achava correcto e não de acordo com a estupidez crónica daqueles que me rodeavam...Hoje em dia o que vejo é um bando de putos mimados até ao tutano que não dão o mínimo valor aos bens materiais que possuem e que julgam que os pais têm uma mina de ouro na dispensa lá de casa...Vejo pseudo pitas que se vestem (atenção que aqui a palavra vestir é um tremendo exagero, tal a pouca quantidade de tecido...) todas de igual como se saíssem de uma linha de montagem...A chamada Geração Morangos...Vejo putos que se acham o próximo Rambo, tal os níveis de testosterona que destilam pelas orelhas e a agressividade na forma de falar...A elas, recomendo que deixem de ver os Morangos e vejam a Fashion TV...A eles, recomendo que deixem de ser palermas e vão passear com os seus lindos Ipods e telemóveis topo de gama para os bairros sociais...É uma lição de vida que levam ( e o maior cagaço da vida deles...)

Dizem-me que os putos hoje em dia parecem rebanhos de ovelhas nas grandes superfícies...Não tenho como comprovar isso, porque infelizmente trabalho...É uma chatice, eu sei, mas alguém neste país tem de vergar a mola para que os meninos possam ter centros comerciais para onde ir passear...Dizem-me também que passam mais tempo nessas superfícies comerciais do que nas escolas...Acho isso no mínimo estranho...No meu tempo, havia uma coisa chamada chumbar por faltas...Aparentemente, isso agora é coisa do passado...

Dizem-me também que os putos de hoje em dia são prematuros...Crescem mais rapidamente, descobrem a sua sexualidade mais rapidamente, tornam-se idiotas mais rapidamente...Se crescem mais rapidamente, a culpa é dos pais...Não tivessem dado tanta porra de vitamina quando eram chavalecos...Descobrem a sua sexualidade mais rapidamente???Sim, com 13 anos eles já sabem tudo...Deve ser as maravilhas da internet...Por isso é que as meninas aparecem grávidas aos 13 e 14 anos em casa sem saber ao certo quem é o pai...Descobrem a sexualidade mas não descobriram ainda os preservativos, a pílula, o DIU, o preservativo feminino, a pílula do dia seguinte e por aí fora...Com tanta informação, continuam burros que nem uma porta...Nos anos 90 não havia nem metade da informação de que eles dispõem hoje em dia...Para eles, SIDA ou AIDS deve ser um sigla tipo DIESEL ou TIMBERLAND...

Resumindo...Tenho muito pouca fé nesta geração que por aí vem...Primeiro, porque apesar de católico, não sou praticante...Depois, porque ainda não vi qualquer sinal que me permita pensar o contrário...Excepções?Claro que as há e são mais que bem vindas...O problema é exactamente esse...São excepções, quando deveriam ser a maioria...

Work in progress

É só impressão minha ou este país anda feito num enorme estaleiro???

Por onde quer que eu passe, é obras...Ao contrário do Senegal, em que os caminhos de cabra são considerados as auto estradas lá do sítio, por cá dá sempre jeito ter o piso arranjado...Só me mete um nojo de todo o tamanho é que essa súbita consciência apareça exactamente na altura das eleições (coincidências da vida...)...

Da minha parte, eu já tomei as minhas providências...Vou gamar um rolo compressor das obras, porque não ando a ganhar para comprar pneus...Para andar nas estradas no estado em que elas estão actualmente, só me restam 3 hipóteses...

- Um rolo compressor para levar tudo à frente (isto inclui contentores do ecoponto, pinheiros, stands ilegais de automóveis usados e putos larilas com moto quatros...)

- Um veículo lunar preparado para saltar crateras como o buraco deixado pelas torres de Tróia...

- O tractor do Ti Manel usado para limpar terrenos mais áridos que a cabeça da Elsa Raposo...

O que eu gostava mesmo era de encontrar uma cova suficientemente grande para enfiar os nossos políticos todos lá dentro...Assim de repente, a Cova da Moura parece-me interessante...LOL

Pág. 1/3

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D